09 maio, 2006

Península Ibérica Multipolar

PENÍNSULA IBÉRICA MULTIPOLAR




Na nossa memória só temos presente a Península Ibérica bipolar, tendencialmente unipolar e claramente centrípeta. Pode ser apenas uma curiosidade histórica, mas é interessante recordar que nem sempre foi assim. Portugal nasceu num contexto ibérico multipolar, em que prevaleciam as forças centrífugas. O mapa retrata a realidade do início do século XVI, a meio caminho entre a pulverização do século XIII e a realidade do século XX. E no século XXI? Mantém a estabilidade dos últimos 400 anos? Retoma o processo unificacador? Ou inverte-se o processo? Quo vadis Península?

2 comentários:

João Pulido disse...

Faltou ainda referir a experiência dos Filipes. Que é afinal a vontade deste ministro “iberista”. Haja quem deite da janela abaixo (leia-se tirar do Governo) este, e outros, Condes de Andeiro, noutra alusão a tentativas de unidade ibérica.

Rui Miguel Ribeiro disse...

Boas referências João. Curiosamente, volvidos 7 anos, esses ímpetos emudeceram, fruto do colapso da economia espanhola e das pulsões independentistas na Catalunha. Nem tudo é mau...